terça-feira, 5 de junho de 2012

Todos querem o trono de ferro


Se alguém pensava que a morte do rei Robert (Mark Addy) e de seu fiel amigo Ned Stark (Sean Bean) iria esfriar a história de "Game Of Thrones", se enganou! Muito pelo contrário... a disputa pelo trono de Westeros só ficou mais interessante!
O final da segunda temporada de "Game Of Thrones", que foi ao ar no domingo (3), deixou excelentes ganchos no horizonte da trama. O episódio começa com o rei Joffrey (Jack Gleeson) comemorando a vitória da batalha em King's Landing e nomeando Tywin Lannister (Charles Dance) como a nova "Mão do Rei". O êxito na batalha também fez com que o Rei desfizesse seu compromisso com Sansa Stark (Sophie Turner) e assumisse um noivado com Margaery Tyrell (Natalie Dormer), juntando assim os dois exércitos.
O "meio homem" Tyrion Lannister (Peter Dinklage) conseguiu sobreviver ao ataque de Stannis Baratheon (Stephen Dillane), mas perdeu seu posto e privilégios em King's Landing.
Após tomar Winterfell, a morada da família Stark, Theon Greyjoy (Alfie Owen-Allen) se vê encurralado pelo exército de Robb Stark (Richard Madden). Ao invés de fugir do local, ele decide lutar até a morte por sua honra, mas é surpreendido por uma traição de seu exército, que planeja entregá-lo à Robb.
Em Qarth, Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) precisou resgatar seus três filhotes de dragões, presos na "Casa dos Imortais". Vencendo os feitiços de Pyat (Ian Hanmore), ela ainda pôde aprisionar Xaro (Nonso Anozie), o governante de Qarth, no cofre que (supostamente!) abrigava sua fortuna.
Jon Snow (Kit Harington), então prisioneiro do povo que vive além d'A Muralha, mata o companheiro Qhorin Halfhand para demonstrar que o povo selvagem pode confiar nele. Sam (John Bradley-West) também teve sua dose de aventura e teve contato com os White Walkers, até então escondidos.
Os acontecimentos neste fim de temporada foram tantos que, provavelmente, alguns ficaram de fora deste resumo. "Game Of Thrones" é aquele tipo de série onde cada minuto de história contada é importante para o desenrolar da trama. Baseada nos livros "Crônicas de Gelo e Fogo", de George R.R. Martin, a série possui um roteiro e excelente qualidade, com tramas bem entrelaçadas e viradas impressionantes.
Alguns podem pensar que, por seu enredo fantasioso, "Game Of Thrones" é uma série boba e infantilizada. Esses estão redondamente enganados! O enredo girando em torno das disputas pelo poder e traições revelam um história bem amarrada e madura. O elenco afiado também contribui para a alta qualidade da série.
Vai ser difícil esperar pela terceira temporada de "Game Of Thrones"! Mas, certamente, a disputa pelo trono de ferro de Westeros ficará mais acirrada. Afinal, ali, todos estão interessados no poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário