segunda-feira, 13 de abril de 2015

Estreia da nova temporada de Game of Thrones evidencia roteiro consistente

Entre tantas séries que são ou foram exibidas, algumas provam ter qualidades que as tornam diferenciadas. Isso, geralmente, faz a diferença quando identificamos as grandes produções da televisão, aquelas que entram para a história por suas características únicas. Sucesso de público e crítica desde a primeira temporada, "Game of Thrones" iniciou o seu quinto ano, no último domingo (12), provando que está em sua melhor forma e que já pode ocupar um lugar entre as melhores da TV.
A nova temporada começa com um flashback sobre a infância de Cersei (Lena Headey), quando já era um menina mimada e arrogante. Acompanhada de uma amiga, ela decide visitar uma feiticeira, que pode revelar o futuro. Ali, ela descobre detalhes sobre seu casamento e os filhos que estarão por vir. Já nos dias atuais, a rainha mostra-se preocupada após a morte do pai, Tywin Lannister (Charles Dance), e, também, com o casamento do filho herdeiro do trono com Margaery Tyrell (Natalie Dormer). 
Enquanto isso, bem longe de King´s Landing, Tyrion Lannister (Peter Dinklage) chega em Pentos, fugindo após ter matado o pai. Acompanhado de Lord Varys (Conleth Hill), o anão se recupera das reviravoltas sofridas e ensaia uma aproximação com Daenerys Targaryen (Emilia Clarke), que reina em Meereen. 
A "Mãe dos Dragões" também enfrenta problemas no início da temporada. Tentando viver em um mundo justo, ela precisa lidar com um grupo que está matando seus guerreiros Imaculados. Além disso, Daenerys tenta entender o por quê de não conseguir mais controlar seus dragões, que tornaram-na conhecida e temida em Westeros.
O primeiro episódio ainda leva o espectador até a Muralha, onde Jon Snow (Kit Harington) é obrigado por Stannis Baratheon (Stephen Dillane), outro reclamante do trono de ferro, a tentar negociar uma aliança com Mance Rayder (Ciarán Hinds), o Rei Pra Lá Da Muralha. Diante da negativa de Rayder, o líder dos selvagens é queimado vivo por Melisandre (Clarice van Houten).
"Game of Thrones" sempre apresentou, desde o início, uma trama consistente e sólida, com histórias bem amarradas e personagens construídos de forma coerente. Todas essas características parecem estar mais evidentes neste quinto ano e à medida que o roteiro caminha. Não há uma cena ou episódio sequer da série que estejam ali "de graça" ou apenas para criar a chamada "barriga", responsável por arrastar alguns programas e prolongar sua exibição. Cada acontecimento da história mostra-se fundamentalmente pensado para a evolução da história.
Com uma produção caprichada, a quinta temporada de "Game of Thrones" estreou prometendo ser mais um capítulo importante na luta pelo trono de Westeros. Seu evidente roteiro de qualidade é o grande diferencial desta série, que divide espaço com tantas outras na televisão, mas, já há algum tempo, mostra que vai muito além da maioria. Além do mais, já virou uma diversão imaginar qual dos personagens vai deixar a série neste ano, já que os criadores não mostram nenhum apego aos mesmos, o que ajuda a surpreender o espectador e movimentar a trama. Quais serão as outras mortes registradas nesta temporada? Bom, mesmo aguardando ansiosamente, ainda restam nove episódios para descobrirmos.


GAME OF THRONES (quinta temporada)

Quando: A partir de 12 de abril, todos os domingos

Onde: HBO

Horário: 22 horas

Um comentário:

  1. O elenco é maravilhoso. Na última temporada eu amei, e fiquei emocionada para Game of Thrones legendado eu estava animado em todos os momentos, me desespero longa espera tanto tempo para ver o próximo, mas já próxima estreia, partilho horários e data de lançamento para esta nova etapa, tenho certeza de que, depois de Então, espere, Game of Thrones vai cumprir as nossas expectativas.

    ResponderExcluir