segunda-feira, 24 de julho de 2017

Euron Grevjoy e outros cinco personagens cruéis de "Game of Thrones"

O sétimo ano de "Game of Thrones" mal começou e já é possível dizer que Euron Grevjoy (Johan Philip Asbaek) sai na frente pelo título de "Personagem Cruel da Temporada". No episódio que foi ao ar neste domingo (23), com a intenção de buscar um "presente" para firmar uma aliança com Cersei (Lena Headey), Euron ataca os navios dos sobrinhos e promove um verdadeiro massacre, desfalcando o exército de apoiadores de Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) e fazendo um movimento certeiro na disputa pelo Trono de Ferro de Westeros.
Euron Grevjoy, no entanto, não é o primeiro personagem cruel e insano que aparece nos Sete Reinos. Resgatando características de outros, ele tem tudo para figurar em uma lista com os piores da série, ranking este que ainda não pode ser definitivo, já que ainda há muito o que acontecer em "Game of Thrones". Vamos relembrar, então, outros cinco personagens que já têm um lugar de honra entre os mais cruéis:

1) Joffrey Baratheon

Durante muito tempo, o rei Joffrey Baratheon (Jack Gleeson) sustentou o posto de mais sádico e cruel de King´s Landing. Foram tantas as atrocidades cometidas pelo personagem, que fica até difícil citá-las. Sustentando o poder que o Trono de Ferro lhe deu, o garoto usava a violência quase que como um "instrumento de diversão". A tirania dele, no entanto, era usada como escudo para uma covardia, revelada quando ele precisava enfrentar cara a cara seus inimigos. Humilhações ao tio, Tyrion (Peter Dinklage), e a Sansa (Sophie Turner) também figuram na lista de ações do jovem rei, que teve uma morte agonizante.

2) Ramsay Bolton

Quando todos pensavam que o sadismo de Joffrey seria insuperável, eis que surge o maluco Ramsay Bolton (Iwan Rheon), um psicopata que se divertia com os assassinatos que cometia. Cada um de seus crimes carregava um requinte diferente de crueldade. Entre as piores maldades dele, estava a tortura feita, durante muito tempo, em Theon Grevjoy (Alfie Allen). Ele acabou se casando com Sansa e, em uma das cenas mais polêmicas e repugnantes da série, estuprou a filha de Ned Stark (Sean Bean). Para ele, o castigo se deu sob o olhar da esposa, enquanto era devorado por cães após perder a Batalha dos Bastardos.

3) Alto Pardal

Em nome do que classificava ser fé, o Alto Pardal (Jonathan Pryce) foi o grande pesadelo de muitos em King´s Landing, inclusive da realeza. Mostrando influência e uma força tão grande quanto o peso do Trono para os Sete Reinos, ele usava sua superioridade moral para condenar aqueles que não "andavam na linha". A rainha Margaery (Natalie Dormer) e o irmão dela, Sir Loras (Finn Jones), foram algumas das vítimas da fé do Alto Pardal, que, durante um tempo, era estimulado por Cersei. Mas, o feitiço se virou contra ela, que acabou julgada e humilhada em público por ele. O resultado disso: acabou queimado junto com outros inimigos da rainha Lannister.

4) Walder Frey

Ao decidir trair os Stark, Walder Frey (David Bradley) se uniu aos Lannister e participou de uma das sequências mais cruéis de "Game of Thrones". Depois de não ter a filha casada com Robb Stark (Richard Madden), Walder Frey criou uma armadilha e, assim, promoveu um verdadeiro massacre aos "lobos" do Norte. Além de resultar na morte violenta da esposa grávida de Robb, o episódio, conhecido como "Casamento Vermelho", ainda marcou o assassinato de Catelyn Stark (Michelle Fairley). Foi pelas mãos da filha dela, Arya (Maisie Williams), que Walder Frey pagou pelo massacre e morreu da mesma forma que a matriarca dos Stark.

5) Viserys Targaryen

Logo no início da série, Viserys Targaryen (Harry Lloyd) era um dos mais odiados pelo público. Cego pela ambição de conseguir poder, demonstrou não ter remorso para usar a irmã, Daenerys, como "moeda de troca" para conseguir o que queria. Desprezível, apesar de fisicamente frágil, era capaz de absurdas humilhações e agressões, especialmente direcionadas à irmã. Estava tão cego para conseguir uma coroa, que acabou queimado por ouro derretido, derramado pelas mãos do então novo marido de Daenerys, Khal Drogo (Jason Momoa), senhor dos Dothraki.

Nenhum comentário:

Postar um comentário