quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Conflitos pessoais e deveres da realeza prendem a atenção em "The Crown"

A realeza britânica sempre despertou a curiosidade de muita gente, especialmente em relação ao dia a dia da família real, que sempre buscou uma imagem pública de força e perfeição. Depois de mostrar a ascensão da rainha Elizabeth II ao trono do Reino Unido, a série "The Crown" volta com uma segunda temporada mais focada na humanidade dos personagens, especialmente em relação à monarca. Alternando conflitos pessoais com os desafios de estar no trono, a produção construiu episódios que prendem a atenção e já fazem dela um dos grandes destaques de 2017.
A série de Peter Morgan começa a segunda temporada em meio a uma crise conjugal entre Elizabeth II (Claire Foy) e o Duque de Edimburgo (Matt Smith), que viaja para uma turnê pelo mundo. Além do sentimento de insegurança, a rainha precisa lidar com as reclamações constantes do marido, sempre incomodado por estar "à sombra" da monarca. Isso faz com que o Duque reivindique uma participação mais ativa na vida pública do reino, mesmo com ele não abrindo mão de criar alguns problemas para o Palácio de Buckingham.
Além de lidar com a vaidade do marido da rainha, outros problemas também rondam a família real. Um deles está relacionado ao tio de Elizabeth II, o Duque de Windsor (Alex Jennings), que decide sair do "exílio" para reivindicar uma participação no reinado. A volta do rei que abdicou do trono traz à tona segredos do passado que poderiam comprometer a monarquia britânica. A vida amorosa da princesa Margaret (Vanessa Kirby) e, depois, a decisão da irmã da rainha em se casar com o fotógrafo Tony Armstrong-Jones (Matthew Goode), que tem hábitos mais modernos e livres do que a realeza, também rendem bons conflitos na temporada.
No campo político, a rainha também se vê diante de uma série de desafios, a começar pela invasão do Canal de Suez, que rende uma marcante derrota política para o primeiro-ministro Anthony Eden (Jeremy Northam), que busca sair da sombra deixada por Winston Churchill (John Lithgow). A crise faz com que Harold McMillan (Anton Lesser) assuma o cargo, mas, depois de um período de calmaria, os problemas com o primeiro-ministro também voltam a bater à porta do palácio.
Elizabeth II também convive com conflitos relacionados a imagem dela diante do reino e do mundo.
A figura da rainha enfrenta um duro golpe quando um jornalista decide expor opiniões sobre o comportamento da monarca diante dos súditos, o que resulta em profundas mudanças para a modernização da postural real diante do povo. A rainha também é colocada no centro de negociações internacionais, que envolvem os Estados Unidos e a presença da primeira-dama norte-americana Jackie Kennedy (Jodi Balfour).
"The Crown" tem, como melhor característica, o texto primoroso. Nada didático, o roteiro é formado por diálogos marcantes e costurado por acontecimentos históricos muito interessantes. Os conflitos pessoais e "profissionais" da rainha são muito bem desenvolvidos e constroem uma personalidade complexa e instigante da monarca. A temporada é estruturada por vários episódios importantes, entre eles, o do encontro entre Elizabeth II e Jackie Kennedy; o das críticas da imprensa sobre a família real; e o que mostra a escolha da escola do príncipe Charles.
A produção da série continua impecável, mostrando uma preocupação rigorosa com a ambientação de época. O cuidado dos atores e da direção em retratar a família real também merece destaque. O elenco, aliás, é muito coeso e não há espaço para atuações fora do tom da série. Claire Foy, Matt Smith, Alex Jennings, Matthew Goode e Vanessa Kirby estão entre os melhores desempenhos.
Melhor do que a primeira, a segunda temporada de "The Crown" apostou em um roteiro de muita qualidade para retratar os conflitos pessoais da rainha Elizabeth II, impactada, também, pelos chamados aos deveres da realeza. Isso resultou, e não poderia ser diferente, em uma das grandes séries de 2017. Que venham mais temporadas como essa!

THE CROWN (segunda temporada)

ONDE: Netflix (todos os episódios disponíveis)

COTAÇÃO: ★★★★ (ótima)

Nenhum comentário:

Postar um comentário