domingo, 30 de setembro de 2012

Acidente altera destino dos personagens de Grey's Anatomy

O acidente de avião no qual se envolveram alguns personagens de "Grey's Anatomy" no fim da temporada passada continua determinando mudanças no destino dos médicos do Seattle Grace. No início da nona temporada, que foi ao ar na última quinta-feira (27) nos Estados Unidos, os envolvidos na tragédia ainda parecem muito marcados pelo acontecimento.
Meredith (Ellen Pompeo) foi apelidada de Medusa por seus novos internos, fazendo alusão à personagem mitológica que transformava quem a olhava em pedra. Agora, ela é dura e seca com as pessoas e, por muitas vezes, lembra o tratamento que Bailey (Chandra Wilson) dava a ela e seus amigos no início da série. Muito diferente da doce Dra. Grey de outrora...
Já Derek Shepherd (Patrick Dempsey) está se empenhado para recuperar sua mão, que foi ferida na queda do avião, e voltar a operar. Ele conta com o apoio de todos do hospital, principalmente de Callie (Sara Ramirez). Ela, aliás, parece bem ferida pelo acidente, já que Mark (Eric Dane) está em coma e parece não dar sinais de que vai despertar. A esposa de Callie, Arizona (Jessica Capshaw), também parece ter sido vitimada pela queda do avião, mas seu destino só é revelado no fim do episódio (e é uma grande surpresa!).
O estado de Mark é o que norteia todo o episódio, sendo mostrados flashbacks em forma de vídeos caseiros de momentos da vida dele. Isso culmina na morte do personagem, mas isso não era segredo pra ninguém já que a saída do ator havia sido anunciada para esta temporada.
Cristina (Sandra Oh) teve coragem de se separar de Meredith e Hunt (Kevin McKidd) e foi trabalhar em um hospital em Minessota. Prometendo várias vezes se encontrarem, nem ela e nem a melhor amiga conseguem se ver por estarem traumatizadas e não conseguirem subir em um avião. Karev (Justin Chambers) está atrasando sua nova empreitada de trabalho por conta dos acontecimentos que os marcaram.
Depois de um final de temporada eletrizante, "Grey's Anatomy" volta com "a poeira mais baixa" neste novo ano. A quantidade de drama, no entanto, continua lá em cima! Apesar dos momentos emocionantes e surpreendentes, confesso que esperava um pouco mais do episódio! Acho que a volta da série perdeu muito em não mostrar o resgate dos envolvidos no acidente do avião. O surgimento de novos internos é um pequeno sinal de renovação na história mas, isso ainda não ficou evidente.
Talvez por ter terminado a temporada passada em "alta tensão", essa volta mais amena tenha sido responsável por minha ligeira decepção... Mas, mesmo assim, continuo curioso e muito interessado em "Grey's Anatomy", que sempre surpreende pelos desfechos dramáticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário