terça-feira, 29 de setembro de 2015

Once Upon A Time retorna com história em Camelot e transformação de protagonista

Floresta Encantada, Terra do Nunca, Oz, Arendelle e, agora, Camelot. Nos contos de fadas de "Once Upon A Time", chegou a vez dos habitantes de Storybrooke se renderem à fábula do Rei Arthur e dos Cavaleiros da Távola Redonda. Na estreia da quinta temporada, que ocorreu no último domingo (27), o mundo medieval é o cenário dos principais conflitos dessa nova fase, que terá a ida da protagonista para "o lado negro da força" e a busca pelo poderoso mago Merlin.
O novo ano retoma a história a partir da transformação de Emma (Jennifer Morrison) em Senhora das Trevas, que aconteceu no fim da temporada passada. Os novos poderes da protagonista fazem com que ela seja transportada para o mundo das histórias, onde Emma fica sob a influência das trevas que vivem nela. Lá, ela decide procurar Merlin, o único que ela acredita poder ajudá-la a se livrar dos poderes da adaga amaldiçoada.
Enquanto luta contra a influência do mal, personificado na figura de Rumplestilskin (Robert Carlyle), Emma conhece Mérida (Amy Manson London), que busca uma magia para encontrar seus irmãos. O problema é que a protagonista também precisa do mesmo recurso para encontrar Merlin, o que fará com que Emma tente resistir ao instinto obscuro de matar Mérida.
Enquanto isso, em Storybrooke, Branca de Neve (Ginnifer Goodwin), Regina (Lana Parrilla) e companhia tentam arrumar um jeito de chegar até Emma. A abertura de um portal parece ser a única maneira de os personagens reencontrarem a nova Senhora das Trevas, mas só quem pode lançar o feitiço é Zelena (Rebecca Mader), presa em uma cela e sob o controle mágico de Regina. Com a ajuda de Gancho (Colin O´Donoghue), a Bruxa Má do Oeste consegue se libertar e abrir o portal. Só que a esperteza de Regina faz com que Zelena seja controlada novamente e, de quebra, leva todos até Emma.
O episódio dá um salto no tempo e revela uma mudança drástica na história, com todos os personagens de volta à Storybrooke e Emma totalmente no controle de seus poderes do mal, já assumindo o papel de Senhora das Trevas. O que aconteceu até esse desfecho, no entanto, é apagado da memória de todos e deve ser revelado ao longo da temporada.
Seguindo a mesma estrutura narrativa dos outros anos, "Once Upon A Time" mostra criatividade no primeiro episódio, apresentando a transformação da protagonista em vilã. O recurso de, logo de cara, revelar importantes desfechos da nova fase da história, para, depois, "desenrolar" os detalhes, mostra a presença de um roteiro bem planejado e confiança dos autores nas reviravoltas da trama.
A principal qualidade da série, aliás, continua presente na quinta temporada. Mesmo sendo inspirada por contos de fadas, a trama subverte o gênero ao imprimir maior complexidade aos personagens. Aqui, até mesmo o mais cruel dos vilões é capaz de atitudes virtuosas, da mesma forma que um mocinho pode ser responsável por maldades, antes, impensáveis para as histórias infantis.
A criatividade continua jogando a favor de "Once Upon A Time", que, agora, aposta na procura por Merlin e nas mudanças de Emma para agradar o público nessa temporada.  Resta saber se Camelot influenciará bem esse conto de fadas de personagens nada convencionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário