segunda-feira, 7 de março de 2016

Parceria em crise e rastros do passado marcam quarta temporada de House of Cards

Casado há quase 30 anos, Claire (Robin Wright) e Frank Underwood (Kevin Spacey) sempre foram muito mais do que marido e mulher. Desde o início, dava para perceber que, mais do que um casamento, a relação dos dois é um negócio, sustentado pela parceria sólida entre eles. Mas, será que essa união é tão sólida assim, capaz de resistir às tentações provocadas pelo poder? Na quarta temporada de "House of Cards", disponível no Netflix, a maior ameaça ao casal Underwood é o próprio casal Underwood.
Em plena campanha para vencer as primárias do partido Democrata, Frank precisa lidar com um grande problema, que começa dentro da própria ala residencial da Casa Branca: seu casamento com Claire. Ávida por influência e poder, para não ficar apenas à sombra do marido, a primeira-dama norte-americana faz questão de construir uma carreira na política e construir autonomia longe de Frank. Para isso, ela decide concorrer a uma vaga no Congresso pelo seu estado natal, o Texas.
O desejo de Claire, no entanto, é ameaçado pela liderança política da deputada Doris Jones (Cicely Tyson), que está se aposentando da vida pública e deseja lançar a candidatura da filha ao cargo. Para tentar viabilizar a confirmação de seu nome, Claire se dedica a aprovar a criação de uma clínica de tratamento do câncer de mama, projeto acalentado pela deputada, que, ainda não admitindo a interferência da primeira-dama, dá um jeito de envolver o presidente da questão, que também é contrário ao desejo da esposa se candidatar.
Enquanto lida com isso, Frank ainda ocupa seu tempo com a disputa com Heather Dumbar (Elizabeth Marvel) pela indicação do partido para concorrer à presidência. O que o presidente não esperava era que sua crise conjugal pudesse afetar, também, suas chances de disputar as próximas eleições.
Mas, nem só de problemas de relacionamento vive o quarto ano de "House of Cards". Rastros e fantasmas do passado voltam à tona para assombrar as chances de Frank se manter no poder. A volta do jornalista Lucas Goodwin (Sebastian Arcelus), preso depois de descobrir o envolvimento do presidente em armações para chegar à Casa Branca e com as mortes de Zoe Barnes (Kate Mara) e Peter Russo (Corey Stoll), faz com que o editor Tom Hammerschmidt (Boris McGiver) se convença de que há algo de pobre no mandato do democrata, o que pode tornar mais difícil a disputa de Underwood para a reeleição. 
Com 13 episódios produzidos, a quarta temporada de "House of Cards" volta mantendo a mesma qualidade dos anos anteriores, com um roteiro sofisticado e muito bem amarrado. Os diálogos fortes e muito bem escritos, especialmente envolvendo o casal protagonista, prendem a atenção do espectador de uma forma impressionante. Gosto, também, do fato de "House of Cards" não ser uma produção fácil, que resume e repete acontecimentos para "melhor" entendimento do público. Ao invés disso, a produção requer extrema atenção a fatos de outras temporadas e personagens secundários, que podem voltar a qualquer momento.
O elenco continua excepcional e também representa uma das grandes forças de "House of Cards". Frank e Claire são personagens muito ricos criados pelos produtores e redatores, mas não teriam a metade da força se não fossem os trabalhos de Kevin Spacey e Robin Wright. A dupla empresta um ar complexo e, até mesmo, humano às armações do ambicioso casal protagonista. Nessa temporada, ainda vale destacar as atuações de Cicely Tyson, Ellen Burstyn, Boris McGiver, Jayne Atkinson, Molly Parker e Nathan Darrow. 
Caprichada em todos os aspectos, "House of Cards" mantém suas melhores qualidades e, mais uma vez, conquista o espectador com sua trama política viciante e personagens fascinantes. Vale a pena fazer uma maratona e tentar ver a temporada toda de uma vez ou em um curto intervalo de tempo. Assim, as reviravoltas ficam mais envolventes e as surpresas mais prazerosas, afinal, ninguém poderia imaginar que um casamento e os reflexos de um passado nebuloso possam criar tantos problemas a uma nação.


HOUSE OF CARDS (quarta temporada)

Quando: todos os episódios já disponíveis

Onde: Netflix

Nenhum comentário:

Postar um comentário