segunda-feira, 21 de maio de 2018

"Grey´s Anatomy" supera excessos e entrega melhor temporada dos últimos anos

Com a recente renovação para a 15ª temporada, que vai estrear a partir de setembro nos Estados Unidos, "Grey´s Anatomy" já entrou para o ranking das séries mais longevas da televisão. Por estar no ar há tanto tempo, a atração passou por diversos problemas criativos, alguns, inclusive, que alteraram o rumo da trama. Baixas no elenco, repetições de recursos narrativos e mau aproveitamento de personagens já marcaram, de alguma forma, a série médica, que, nos últimos anos, vem mostrando novo fôlego. No fim da 14ª temporada, ficou claro que a produção resgatou a relevância e entregou bons episódios ao espectador, os melhores dos últimos anos.
No último episódio, exibido na última quinta-feira (17), nos Estados Unidos, a maioria dos médicos do Grey Sloan Memorial Hospital saem das salas de cirurgia para celebrar o casamento de Alex (Justin Chambers) e Jo Wilson (Camilla Luddington). Planejada por April (Sarah Drew), a cerimônia, no entanto, não sai como planejado, a começar pelos noivos, que quebram a tradição de não se verem antes do casamento e fogem para a "lua de mel" antes da celebração. Além disso, os convidados chegam atrasados por conta de um erro no endereço do casamento.
Como não poderia deixar de ser, as emergências médicas também interferem no casamento. A chefe Bailey (Chandra Wilson), depois de perceber que estava na cerimônia de casamento errada, volta ao hospital para operar a mãe de uma noiva, que, por pouco, não vê a união da filha. A organizadora da celebração dos médicos do Grey Sloan também passa mal, o que faz com que os profissionais se mobilizem para salvá-la.
O final da 14ª temporada também marcou a despedida de duas personagens do elenco regular. Depois de um ano de confusão interna e de um acidente, que quase acabou com a vida dela, April pede demissão do hospital para se dedicar a um projeto de assistência médica a pessoas carentes. De surpresa, aproveitando a estrutura da cerimônia para Alex e Jo, ela se casa com Matthew (Justin Bruening). Outra que se despediu é Arizona (Jessica Capshaw), que decidiu ir embora para que a filha fique perto da outra mãe Callie (Sara Ramirez), que saiu da trama algumas temporadas antes.
Por estar no ar há tanto tempo, "Grey´s Anatomy", em determinado momento, se deixou levar por repetições de recursos narrativos para movimentar a trama. Tragédias e os dramas amorosos foram repetidos à exaustão ao longo dos anos e, em alguns momentos, pareceram apenas falta de criatividade. Essas saídas do roteiro continuam presentes, mas, agora, há um amadurecimento das construções das histórias e personagens, o que tornou o uso desses recursos mais parcimonioso e coerente.
A série médica de Shonda Rhimes acertou, também, em voltar a apostar no desenvolvimento de Meredith (Ellen Pompeo), que, mesmo sendo a protagonista, andou meio deixada de lado em algumas temporadas. Agora, os problemas, incertezas e a carreira da personagem voltaram ao centro da cena e renderam, nos últimos episódios, bons momentos. Além disso, coadjuvantes não foram deixados de lado e ganharam novos conflitos. Bailey, Jo, Jackson (Jesse Williams) e Maggie (Kelly McCreary) tiveram histórias interessantes na temporada.
Outro trunfo foi a exploração de alguns temas atuais, inseridos nos conflitos da série. Um ataque cibernético, por exemplo, deixou o hospital sem os recursos tecnológicos necessários para atender aos pacientes, o que fez com que os médicos voltassem a utilizar métodos mais arcaicos. Também houve um episódio que discutiu a questão dos "dreamers", filhos de imigrantes que nasceram nos Estados Unidos, e uma trama que envolveu a descoberta de escândalos de abuso sexual envolvendo a fundação Harper Avery, administradora do hospital.
Rumo ao 15º ano, "Grey´s Anatomy" mostra que aprendeu com os excessos do passado, causados por problemas criativos, e que está disposta a apostar mais no amadurecimento da narrativa. Com personagens mais bem explorados e uma boa variedade de tramas, a série apresentou a melhor temporada dos últimos anos e, se for verdade que está chegando perto do fim, como já disse Ellen Pompeo, a atração dá sinais de que vai terminar por cima.

GREY´S ANATOMY (décima quarta temporada)

COTAÇÃO: ★★★★ (ótima)

Nenhum comentário:

Postar um comentário