terça-feira, 3 de outubro de 2017

Quatro novas séries para prestar atenção e uma para esquecer que existe


Entre os meses de setembro e outubro, a televisão norte-americana vive a Fall Season, temporada de estreia dedicada aos principais produtos dos canais. Geralmente, as maiores apostas das emissoras são reservadas para estrear nesse período, considerado o mais nobre para a indústria televisiva. Como ainda é muito cedo para dar um veredito sobre o futuro dessas novas atrações, resolvi falar sobre as primeiras impressões de cinco novas séries que estrearam nos últimos dias. Quatro delas revelaram, nos primeiros episódios, tramas interessantes e que podem resultar em novas atrações para acompanhar. Como nem tudo é perfeito, logo no estreia, uma atração já dá sinais de que começou "com o pé esquerdo". Vamos a elas:

QUATRO NOVAS SÉRIES PARA PRESTAR ATENÇÃO...

1) Law & Order: True Crime

Querendo uma fatia na nova moda das antologias, a consagrada franquia "Law & Order" estreou uma série que se propõe a retratar crimes reais, que ocorreram nos Estados Unidos, algo semelhante a "American Crime Story", do FX. Na primeira temporada de "Law & Order: True Crime", o caso escolhido foi o assassinato do casal Menendez, muito conhecido na terra do Tio Sam. Sob a batuta de Dick Wolf, a produção começa mostrando o crime em si e os desdobramentos da investigação policial. Quem encabeça o elenco é Edie Falco, atriz premiada que interpreta uma advogada influente que se conecta ao caso. Com um primeiro episódio interessante, mesmo sem grandes surpresas na narrativa, a trama pode prender e emplacar a série como mais uma antologia de sucesso da TV.

- Ainda sem data de estreia no Brasil


2) The Good Doctor

Se tem alguém que entende de médicos desajustados e com dificuldades de relacionamento, esse alguém é David Shore. O criador do clássico "House" volta com mais um médico como protagonista de uma série, desta vez interpretado por Freddie Highmore, recém-saído de "Bates Motel". Agora, ele interpreta um jovem médico que, diagnosticado com autismo, lida com preconceitos e suas dificuldades de relacionamento para se firmar dentro de um hospital. Shore parece dominar a "fórmula", se é que existe, para uma boa série médica, conseguindo prender a atenção do espectador. Ainda lembrando muito o papel anterior, Norman Bates, Highmore vai conquistando o espectador aos poucos e, ao fim do primeiro episódio, já conquista empatia suficiente para levar a série adiante.

- Ainda sem data de estreia no Brasil


3) The Brave

Ao que parece, a nova moda dos canais nessa Fall Season são as séries relacionadas ao combate dos Estados Unidos contra o terrorismo. Entre elas, um destaque positivo é "The Brave", produção que trouxe um primeiro episódio cheio de reviravoltas. Na trama, uma equipe militar é recrutada para salvar uma médica, sequestrada por um grupo terrorista. No meio da preparação para a ação, eles ficam sabendo que um dos líderes desse grupo está vivo e, diante disso, precisam de habilidade para mudar os rumos da missão. A série deixa um bom gancho para o segundo episódio e desperta curiosidade sobre a condução da trama ao longo de uma temporada.

- Ainda sem data de estreia no Brasil


4) Absentia

Um serial killer, que costuma retirar as pálpebras de suas vítimas, é condenado pelo assassinato de uma agente do FBI, cujo corpo nunca foi encontrado. Anos depois, o ex-marido da vítima, também agente do FBI, recebe uma pista e descobre que a esposa está viva e foi mantida, durante todo esse tempo, em cárcere privado. Seria mesmo o serial killer culpado pelo crime? Quem manteve a agente presa durante tanto tempo? Por qual motivo? O que aconteceu com ela no cativeiro? Todas essas perguntas são deixadas no ar na estreia de "Absentia", suspense policial que deixa o espectador curioso por respostas logo de cara. Pode ser um dos grandes acerto dessa temporada de estreias, se souber se manter assim.

- Ainda sem data de estreia no Brasil



... E UMA NOVA SÉRIE PARA ESQUECER QUE EXISTE

1) The Mayor

Protagonista da insuportável comédia musical "Glee", a atriz Lea Michele tenta emplacar em uma nova série de humor. Ou melhor, uma série que tenta fazer humor, mas que não tem nenhuma graça. Na atração, ela vive uma assessora política que passa a comandar a equipe de um rapper que se torna prefeito sem nenhum preparo para o cargo. Ele, na verdade, só pretendia usar a campanha para promover seu novo álbum, mas acabou conquistando a maioria dos votos. Piadas sem graça, situações pouco inspiradas e uma pretensão política batida e rasa, "The Mayor" já é um dos grandes vexames da temporada. Sinto cheiro de cancelamento vindo...

- Ainda sem data de estreia no Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário