sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Universo das coelhinhas é tema de The Playboy Club

"Se você não dança, não toque a campainha!". Essa frase está escrita na placa em frente à mansão da Playboy, em Chicago, e dá uma ideia do que se passa dentro daqueles portões. Partindo desse, porque não dizer, mítico universo da mansão e das "coelhinhas" que lá habitam, é que a série "The Playboy Club" desenrola seu enredo.
A trama de "The Playboy Club", que estreou nos Estados Unidos na última segunda-feira (19), se passa no início dos anos 60 e aborda o glamuroso mundo das Coelhinhas da Playboy. Habitantes da mansão que abrigava as festas realizadas nos primeiros anos da revista, as "coelhinhas" trabalham em um clube masculino onde a estrela dos shows é Carol-Lynne (Laura Benanti), a mais antiga da casa e a única que pode se apresentar. A chegada de Maureen (Amber Heard) incomoda a coelhinha-mor e chama a atenção de Nick Dalton (Eddie Cibrian), advogado e namorado de Carol-Lynne.
Enquanto vendia cigarros no clube, Maureen também desperta a atenção de um importante membro da máfia. Quando a "coelhinha" vai para os fundos do clube, o mafioso segue-a e tenta estuprá-la. Para se defender, a jovem mata o mafioso acidentalmente e, ajudada por Nick, dá um jeito de sumir com o corpo.
"The Playboy Club" mostra como agia a sociedade norte-americana do começo dos anos 60 e como a figura das "coelhinhas" da Playboy era vista naquele período, que possuíam uma imagem mais sedutora e instigante do que as "coelhinhas" de hoje. As "coelhinhas" retratadas na série, com certeza, ajudaram a construir a figura quase mítica das moradoras da mansão da Playboy, imagem esta que se perdeu durante os anos. A série também pincelou, em seu primeiro episódio, a maneira como os homossexuais eram vistos na época. Marginalizados, foram representados nesse começo da série pela personagem Alice (Leah Renee), uma das "coelhinhas" que trabalha no clube e que esconde ser lésbica sustentando um casamento de fachada com Sean (Sean Maher), que é gay. Os dois fazem parte de um grupo que vive suas opções sexuais escondido da sociedade.
"The Playboy Club" teve um bom primeiro episódio e, com certeza, será uma série que vou acompanhar. Espero que se sustente interessante no restante dos episódios! A estreia de "The Playboy Club está marcada para o dia 6 de novembro no Brasil e será exibida pelo canal FX.

Nenhum comentário:

Postar um comentário